segunda-feira, abril 07, 2008



FEALDADE






E venham os críticos!


Já aqui confessámos que Eco (o Umberto) nos irrita ligeiramente e isso desde o momento em que não percebemos a razão do título do seu "O nome da rosa". Até tivemos de ler o livro explicativo (dele...do autor! grande lata...).

Recentemente deu-lhe para, com umas ajudinhas, escrever uma espécie de tratado sobre a história da beleza e da fealdade. Mas em separado - belo / feio -, para não cansar e/ou render mais. Dois gordos volumes com imensas e óptimas ilustrações e tudo em bom papel.

Como dizia alguém, o homem tão depressa explica conceitos filosóficos (como o sublime em Kant) como discorre sobre a Monica Bellucci (nua num calendário da Pirelli).

Faz ele bem, que os livros vendem que nem ginjas. Também pudera, em cada livraria em que entramos lá está
o último dele em destaque e, no caso, a "História do feio" a olhar para nós.





E como o feio sempre nos atraíu, desde Witkin, ao homem elefante, ao corcunda de Notre Dame e a tantos outros é com embaraço que vos dizemos que lá comprámos o livro...

40€!!

Temos, porém, uma desculpa. Precisávamos acordar definitivamente da primavera aqui debaixo, tais foram as mensagens de solidariedade e de força (?!) que recebemos... (palmada na testa, nossa...! e palma de mão, nossa!)

É que já dissemos amiúde que se isto fosse um diário dos nossos humores, chamar-lhe-íamos "(Nosso) Querido Sono"!

Enfim, arranjámos este pretexto...

Adiante!

O livro... pois, é engraçado. Prova o que já todos sabem: que beleza e fealdade reclamam-se reciprocamente, para se compararem e não só, sendo muitas as vezes em que se confundem.

Vê-se de tudo por aqui: grotesco, obsceno, abjecto, doentio e mórbido.






Vê-se também religião, bruxaria, satanismo e sadismo.

É-nos dado clássico, barroco, dadaísmo, surrealismo, kitch, camp e muito mais.

Obras primas de todos os tempos e até um colectivo de bonecos-meninos enforcados com um ar sereno...

Sem esquecer Marilyn Manson!

Depois de lermos tudo, alugamos aos interessados. Por
módica quantia, se forem nossos fiéis...



53 Comments:

Blogger velha gaiteira said...

Caríssimo Capitão!

Sou a primeira a chegar aqui e digo-lhe, gostei bem deste seu post.

É do género dos que gosto de ver e ler por aqui. Bem ao seu jeito.

Lembrei-me do Arcimboldo que tanto me repele e atrai.

Tal como na vida da maioria, no tempo em que me apaixonava eram sempre feiotes os meus fulanos.
Mas eu, apaixonada, achava-os o máximo.

Agora sonho com os bonecos de hollywood.

Abração

6/4/08 11:55 da tarde  
Blogger intruso said...

Capitão, se tem Marilyn Manson também vou comprar! (e M. Monroe, não tem?)

[risos]

7/4/08 1:13 da manhã  
Blogger intruso said...

[e o filme é brilhante...............]

7/4/08 1:14 da manhã  
Blogger Lizzie said...

Capitão:
Sejam feios ou bonitos, gostamos de caras e corpos que falem. Gostamos de olhar para pequenos traços ou expressões perdidas ou achadas que nos digam "era uma vez..."
Nuns casos gostamos de ver o que nos dizem, noutros não.
Se assim não for ficamos com tédio de monotonia ou irritadas com as fórmulas matemáticas que cada tempo inventou. Os que botam faladura não têm época: conversam sempre.

Também somos de embirrar com o Eco, que é presença que se repete como o próprio nome indica. Sobretudo se tiver as salas cheias de pasmados.

Quanto ao filme, é uma obra de arte. Gostamos da cara e dos subtis movimentos de todos os actores, para além de tudo o resto. Sentimo-nos compensadas do Douglas filho.

Vamos apanhar chuva para ver se acordamos.

Continência

7/4/08 11:34 da manhã  
Blogger Bandida said...

bem, o livro tem de tudo... essa da bruxaria é capaz de ser gira... faz falta para as primaveras nos libertarem dos espirros e das alergias... atchim!!! ... ai... ai... ao que chega uma bandida... atchim.... isto é mesmo alergia dedicada a Marilyn Manson... e o Eco... ai ai ATCHIM!!!!!! que coisa estranha... tão ranhosa...

:))

o filme é que não provoca alergia nenhuma. é fabuloso!!

...., meu capitão,

7/4/08 12:38 da tarde  
Blogger Bandida said...

quanto custa o aluguer?...
:))

..., meu capitão,

7/4/08 12:42 da tarde  
Blogger Bandida said...

ahhh ... e adorei o hausmann.
bela escolha, capitão!

7/4/08 12:45 da tarde  
Blogger Teresa Durães said...

enfim, o livro parece um coktail por 40€. nada mau, vai um vários em um

7/4/08 2:34 da tarde  
Blogger Lia Bettencourt said...

vou comprar para todos. venho já..

7/4/08 2:36 da tarde  
Blogger Boop' said...

Há ouras coisas que nos ligam as pessoas afinal...

Eu por exemplo já não passo sem as baabas desgrenhadas do capitão!
Mas ele é tão mais do que isso!!!

o filme - belissimo!

7/4/08 4:21 da tarde  
Blogger Emma Larbos said...

Pois ao Eco, como a todos nós, às vezes as coisas saem-lhe bem e às vezes nem por isso. No livro sobre a rosa saiu-se magnificamente. Noutros muito menos. E fazer um grande filme de um grande livro é tão raro (das duas coisas, normalmente só uma é boa) que só por isso a rosa merece as nossas vénias.
Quanto ao feio, o que tem de mais interessante é a possibilidade de se transformar num agrupamento de belos se nos aproximarmos tanto que percamos a visão de conjunto e só consegamos ver uma parte de cada vez. Ou seja, não é que o feio seja realmente feio mas sofre normalmente do efeito da relatividade das coisas.
Ah, claro, e hoje em dia, com os progressos da técnica, há sempre a posssibilidade de um extreme makeover.

7/4/08 11:34 da tarde  
Blogger hora tardia said...

não gosto. do Umberto.


.


gosto da "módica quantia" ...:)


e de muito mais.


__________________________.

beijo.

8/4/08 9:25 da manhã  
Blogger Boop' said...

Eu queria dizer barbas, pois claro!

8/4/08 10:09 da manhã  
Blogger merdinhas said...

Já que nada é absoluto ou imutável...deixo-te para apreciares melhor um dos vários rostos do belo que recomendas que não esqueçamos



(e porque não pediste o livro no Natal ou nos anos? Fazia-se uma bela vaquinha...e pronto)

8/4/08 7:51 da tarde  
Blogger Haddock said...

boas!!

cara anciã, gratíssimos. e partilhamos também um certo gosto pelo feio e pelo imperfeito. achamos que há imperfeições que fazem a beleza; ou, pelo menos, uma beleza singular.

intruso, a marilyn monroe deve vir no primeiro volume. esse recusamo-nos a comprar, que já contrubuímos demais para a fortuna deste umberto.

lizzie, fomos mal habituados ou educados. associa-se ao "feio" qualquer coisa de perverso ou de repugnante. mas quando o feio se mistura com a religião é curioso ver como tudo tem uma interpretação mística, maravilhosa mesmo.
e ainda bem que desculpastes aquele deslize douglasiano...

bandida, alergias primaveris?? o intruso também se queixou. quanto ao preço de alugar... bem, nós queríamos amortizar rapidamente os custos do livro. 4 euros por 2 dias? é que bastam 2 dias, já que a maior parte dele é feita de bonecos.

teresa, perfeita descrição: cocktail, sim! mas não embriaga ninguém...

lia, 'tás tonta?? viste o preço?? trata mas é de arranjar o portátil!!

mna. boop, "desgrenhadas" VÍRGULA!!
mau... sempre com ar muito asseadinho...

senhora De larbos, tendes razão quanto ao filme: muito bom, de facto. ao nível desse também o "tambor" que por diversas vezes aqui publicitámos. quanto ao feio e à sua relatividade é uma evidência.
por exemplo, achamos belos os feios que aqui pendurámos...

hora tardia, passa por cá que emprestamos o livro, então.

merdinhas, nem ouses falar desses *asteriscos*... como se vê, pago para não os ter! portentosa a tubagem!! inadvertidamente até desenhámos uma suástica no braço...
(andamos sempre munidos de lápis, qual merceeiro que se preze...)

vénias, a&b!

8/4/08 8:48 da tarde  
Blogger pinky said...

agora fiquei verdadeiramente motivada para ler o Umberto, é que há muito que não consigo ler nadinha dele, mas esse, haaa esse despertou-me á séria a curiosidade!

depois conta mais ;) kissesssssssss

8/4/08 9:23 da tarde  
Blogger merdinhas said...

Educação: Professores com 'regular' ou 'insuficiente' terão de ver classificações confirmadas com nova avaliação - ME

PSD: "É totalmente satisfatória a situação" do partido - Ângelo Correia

Açores: César critica "esquerdismo farisaico" de quem condena lucros da banca


PSD: Governo está "interdito" de usar desculpas se crescimento económico "correr menos bem" - Menezes


FARC recusam iniciativa unilateral do governo francês para dar assistência médica aos reféns que os rebeldes mantêm, sobretudo a Ingrid Betancourt.

PS: Autarcas socialistas criticam forma e ritmo de aplicação do QREN

Amarante: Oposição inviabiliza projectos para enxovalhar a figura do presidente - Armindo Abreu

Envelhecimento da população: Cavaco Silva recusa que idosos sejam "ameaça" ou "fardo"

Paulo Portas insiste em investigação aos preços para detectar eventuais abusos

Justiça: Rui Rio nega ter sido ouvido no caso Semanário Económico

PR: Cavaco Silva preside a sessão solene dos 50 anos do Tribunal Constitucional

Madeira: Assembleia Regional discute criminalização do consumo de drogas


Não eras tu que tinhas falhado o telejornal?

Já agora... aldrabei 3 das notícias...sabes quais ou estás com sono?


abraço

8/4/08 10:02 da tarde  
Blogger Haddock said...

...

eheheheh
boa, merdinhas!!
e soam-me todas credíveis...
é o nosso quadro de referência pouco estratégica...



pinky, eu empresto!!


a&b!!

8/4/08 10:10 da tarde  
Blogger Boop' said...

Ai merdinhas que até me assustei com o link!!!!

8/4/08 10:30 da tarde  
Blogger Haddock said...

...

boop, acho que é só provocação estética...
de resto, é boa pessoa! ;)

8/4/08 10:33 da tarde  
Blogger Haddock said...

...
olha, vê o blogue respectivo, que tens lá umas animações supimpas!!

e estão feitas as apresentações!!

8/4/08 10:35 da tarde  
Blogger Frioleiras said...

........passo...

9/4/08 12:27 da manhã  
Blogger galatea said...

Un bolero:
ódiame por favor yo te lo pido.
ódiame sin medida ni clemencia
odio quiero más que indiferencia, porque el rencor quiere menos que el olvido.

Si tu me odias quedare yo convencido
que me amaste mi bien con insistencia.
Pero ten presente de acuerdo a la inexperiencia
que tan solo se odia lo querido

Que vale más, yo humilde y tu orgullosa
o vale más tu débil hermosura
piensa que en el fondo de la fosa.
Llevaremos la misma vestidura.

Pero ten presente de acuerdo a la experiencia
que tan solo se odia lo querido.

9/4/08 4:50 da manhã  
Blogger galatea said...

"La belleza y la fealdad se reclaman recíprocamente" como el "amor y odio" Son temas de ensayo, y eso hace Eco en su libro?... no lo he leído y coincido plenamente en el hastío que me producen estos libros de bestseller, como nuestra polémica amada y odiada Isabel Allende. FUi una lectora entusiasta de Eco, El nombre de... La Isla del día de después (o antes?), el péndulo... ahí ya me comenzó a aburrir, la fórmula vendedora se repite y no me gusta pecar de ingenua.
Pero cuál es el tema de este post: el negocio de Eco, la belleza v/s fealdad... "ódiame por favor yo te lo pido... tan sólo se odia lo querido"
(Me gustan los feos)

9/4/08 7:58 da tarde  
Blogger Haddock said...

boas,

frioleiras, "passas"?? se bem me lembro, recentemente puseste uma menina com ar inocente a segurar a sua cabecinha decepada... belo no feio?? ou, como gosto de dizer, a inefável beleza do grotesco??


galatea, gracias pelo bolero. só é pena não se ouvir...

pois, estamos de acordo em relação a Eco. estes últimos livros parecem ter propósito descaradamente mercantilista, por isso chateia. a allende, de facto, também vai pelo mesmo caminho, mas injustamente associada a literatura light.
quanto a este livro, acabei de o comprar. só o folhei e li alguns capitulos em oblíquo. comentam-se, a pretexto de obras de arte da pintura (e não só) motivos (in)estéticos, simbolismos, obsessões, a razão ou razões do provocatório, etc.
se quiseres, empresto-te.

quanto às razões deste post... sei lá...
a de o último post não ter resultado; e de me ter irritado por não ter resistido a comprar o livro do Eco; e a atracção pelo feio...


a&b!!

9/4/08 9:00 da tarde  
Anonymous ;) said...

pois eu gostei deste e do anterior. mas que andas com um mau humor desgraçado, andas.
e olha.. batatinhas!

9/4/08 9:31 da tarde  
Anonymous ;) said...

beleza pura

9/4/08 10:20 da tarde  
Blogger Haddock said...

;), tu não me psicanalises, já me basta a boop!! e sabes muitíssimo bem que não gosto de brasucas (cantorias) e especialmente da família velozo!!!
num m'irrites!!!

9/4/08 10:24 da tarde  
Blogger casa de passe said...

isto hoje por aqui está tudo tão intelectual que vou já dar de frosques.



joão

10/4/08 12:47 da manhã  
Blogger tolilo said...

Pregas cada susto ao Tolilo, tio Haddock!
Tão feios os senhores que puseste! tenho de dormir de cabeça tapada e já sei que hoje vou ficar com soluços.

Chuac!_ de sonhos bonitos !

10/4/08 12:51 da manhã  
Blogger Frioleiras said...

haddock, "passei" porque ...
já não tenho a mínima paciência para o Umberto... e muito menos para a Allende...

quanto a eco...

ADORO ecos, ecos, sons que se repetem etc...
talvez por isso goste das repetições do bach...
etc etc etc..............

10/4/08 12:56 da manhã  
Blogger Frioleiras said...

haddock, "passei" porque ...
já não tenho a mínima paciência para o Umberto... e muito menos para a Allende...

quanto a eco...

ADORO ecos, ecos, sons que se repetem etc...
talvez por isso goste das repetições do bach...
etc etc etc..............

10/4/08 12:56 da manhã  
Blogger Lizzie said...

Capitão:
folgamos!
Dai-nos o braço, vinde daí, que é tão raro alguém dizer que não gosta das cantilenas dos brazucas que até nos apetece mandar foguetes imaginários (que os verdadeiros detestamos) de festejo empático.Espremendo, só gostamos da Elis.

Ouvimos uma entrevista do mano Veloso em Espanha e quando começou a botar faladura sobre Portugal até nuestros hermanos ao nosso lado se indignaram.
Mais irritadas com fundamento ficámos.
Credo.
Tapai os ouvidos que vão chover luzes do céu.

10/4/08 2:50 da tarde  
Blogger tolilo said...

voltei cá, tio haddock porque sabia que já não ia apanhar nenhum susto.

o primeiro "boneco" feio, afinal é cor de rosa!

Chuac!_

10/4/08 11:20 da tarde  
Blogger burro said...

ó frioleiras, tu dás muitas vezes duas de seguida...

e igualinhas uma à outra.

11/4/08 2:15 da manhã  
Blogger burro said...

well, well, well, eu não vim aqui para isso.

sim capitão tem razão no que aqui tem dito sobre o senhor umberto eco, também já não consigo.

Marilyn Manson! dispenso 300%. sou obrigado a gostar? não, pois não?...

11/4/08 2:20 da manhã  
Blogger Naked Lunch said...

"um colectivo de bonecos-meninos enforcados com um ar sereno"... poético, capitão... há litros de frases do velhinho do chapéu sobre o tema... uma mania qq com a ejaculação do pescoço partido... nem feio nem bonito...

11/4/08 10:02 da manhã  
Blogger licopódio said...

Porquê a embirração com Eco?

O sentido de humor aqui é apreciável.

Voltarei mais vezes.

11/4/08 3:38 da tarde  
Blogger licopódio said...

O feio, a diferença, a estranheza,
abençoados sejam.

11/4/08 3:39 da tarde  
Blogger Popper said...

Não tenho trocos. Fica prá próxima. Abração.

11/4/08 6:52 da tarde  
Blogger Haddock said...

boas!!

subindo...

popper, aceitamos "papel", ora essa!!


licópio, volta. e é uma embirração benigna... uma forma de o aconselharmos a uma sabática, caso nos leia.

naked lunch, duvido que os tais meninos estivessem sequer na puberdade, mas o argumento orgásmico é interessante.

burro, olha as maneiras... a frioleiras gosta de "bisar" e nós agradecemos, já que esmola é esmola, ainda que repetida! e não és obrigado a gostar de nada, nem sequer do belo.

tolilo, tu e o cor de rosa... ainda havemos de perguntar ao pedopsiquiatra se essa obsessão cromática nos deve preocupar...

lizzie, folguemos, então. a fase da mpb & bossa nova durou o tempo necessário e sem exageros, e agora queremos distância... sim, do caetano especialmente, que tem a mania que é esperto. elis sempre, mas na prateleira dos vinis e quietinha... há-de voltar a vontade de ouvi-la. venha a chuva!!

frioleiras, parece que a um certo unanimismo por aqui... quanto a ecos... andamos a pensar neles, neles, neles...

joão, tens fim de semana animado lá por "casa"??

vénia, a&b!!

11/4/08 10:19 da tarde  
Blogger Haddock said...

credo!!


corrigenda:

"parece que há um certo unanimismo..."

11/4/08 10:21 da tarde  
Blogger hora tardia said...

"alguns desafios podem ser intrigantes".


afinal a fala é em si mesma muitas vezes um enigma...ou não?


abraço.


__________________grato.

11/4/08 11:15 da tarde  
Anonymous ;) said...

não enche!

11/4/08 11:42 da tarde  
Blogger Barqueira said...

Que bom, nãoestou sozinha com a minha sonolêcia face ao Eco.lol.

:)

11/4/08 11:43 da tarde  
Blogger Haddock said...

...

;) qual foi a parte de "tu num m'irrites" que não percebeste, hummmmmmm???? não tarda, inundo-te com marizas e companhia...
não provoques o meu "mau humor" (tu lá o diagnosticaste assim...)



barqueira, nem imaginas o consenso irritativo que aqui se manifestou a propósito...


a&b!!

11/4/08 11:50 da tarde  
Blogger triliti star said...

isto é que foi malhar, hem!

amigo, por que não um próximo postal sobre psicologia das massas?

abraço.

12/4/08 2:27 da manhã  
Blogger Teresa Durães said...

obrigada pelo presentre lá no Voando

12/4/08 10:08 da manhã  
Blogger Frioleiras said...

Haddocczinho, lembras-te do desafio que nos fizeste ...
para "inventarmos" um Jantar de Gala? Postei-to, no meu blogue, a 22 de Junho de 2007 e ,
nem vais acreditar mas, ontem, no Jantar d Gala do 3º aniversário da Casa da Música, no Porto, ............. adoptaram o minha sugestão: less is more!
(less food ... more beauty...)

Acredita!!! a tal sugestão que eu dei sugerindo para primeiro prato : batata frita "post-it" ou quase.......

mas eu ... gostei imenso da ideia,
e
gostei desta 5a vez que, na minha vida , fui ao Porto!!!
E adorei a Casa da Música,
E adoro o Porto!!! .........

(mas porque raio é que estarão a fazer um "monstro" de construções mesmo em frente??? Como consentiram????
Saberás? Alguém saberá? Intrigou-me deveras!!!

e, repito, adoro o Porto...

12/4/08 4:41 da tarde  
Blogger mixtu said...

eco...
só conheço o eco quando grito às minhas ovelhas
mas quedei curioso sté que vi 40 euro, porra, lá tinha que matar uma ovelha, assim quedo com a tresmalhada e um dia leio algo sobre o livro para quando llegar à tasca me armar em esperto e falar de um outro eco...
em vez de alugar, arrenda... isto é, tem que vir o livro e uma cousa imóvel como um apartamento com vista para o Tajo

abrazo serrano

pd. esse gajo para ser Eco é pq era ou é pastor

yayyayaya

12/4/08 9:34 da tarde  
Blogger Vince Vice said...

Caro capitão, perdoe a minha ausencia (nem precisa de visitar a resistencia, pois encontra-se na mesma)

É bom constatar que o sono esta sempre ao muy alto nivel ao qual nos habituou.

Sim ando um pouco farto desta cidade... e não apenas a blogosfera mas Lisboa tambem... e Portugal... e quiça do mundo inteiro...

Em suma não ando muito feliz camarada...

mas é sempre bom saber que o sono continua em grande.

Abraços camarada, continue com a luta, que assim que o ambiente mudar aparecerei, de certeza

12/4/08 10:25 da tarde  
Blogger Mab said...

Convida a rainha Mab para um encontro esta noite!
Ela poderá mostrar-te quantas belas(os) se escondem por trás dos monstros!

13/4/08 5:02 da tarde  
Blogger Haddock said...

boas!

subindo...

mab, estamos um nada carentes de tempo, mas, se der, daremos lá um saltinho.

caro Vince, não gosto de te saber assim, camarada!! mas se te serve de consolo, andamos todos fartinhos desta cidade, signifique lá ela o que significar. força e abraço!!

mixtu, arrenda... não querias mais nada!! uma casita com vista para o tejo por 40 euros... só se fosse por uma tarde, e e... cumprimentos às ovelhas, caro pastor!!

frioleiras, claro que lembro!! dos melhores moomentos do sono, essa última ceia!! e a tua ementa estava um primor e minimalista. quanto ao "mono", cuja função desconheço, deve ser para competir com a casa da música,que também não fica ali nada bem... salvo melhor parecer, claro!

teresa, se ao dispor para animar os fregueses...

triliti, está em preparação... até estou a pensar em ir ao futebol para sentir o ambiente!!

hora tardia, a fala um enigma???
eu cá sou muito terra-a-terra... mas pode ser, ó lá se pode!!

a&b!!

13/4/08 9:17 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home